.

O ano novo está chegando!

10 etapas simples para criação de aplicativos

Os aplicativos móveis fornecem uma ótima maneira de monetizar novas ideias de negócios. Se você tem uma ideia e está se perguntando como fazer um aplicativo, este é o artigo que você precisa ler. Com 5.5 milhão de aplicativos no Google Play e na Apple App Store, não há dúvida de que o negócio de aplicativos está crescendo atualmente. Sua ideia só pode ser monetizada se você criar um aplicativo seguro, confiável e funcional. Em nosso mundo pós-pandemia, mais e mais pessoas estão interessadas em como iniciar um aplicativo para ter um novo fluxo de receita ou renda passiva.

Lembre-se de que o desenvolvimento de aplicativos para uma empresa não se trata apenas de habilidade técnica. Você precisa se envolver em outros aspectos do negócio, como monetização, publicidade, marketing, design e gerenciamento de reputação. Só então você pode criar um aplicativo que as pessoas queiram baixar. Caso contrário, seu aplicativo pode se perder no vasto oceano de milhões de aplicativos. Há coisas que devemos e não devemos fazer ao criar um aplicativo móvel, e você precisa segui-las para garantir que está fazendo um aplicativo que será bem-sucedido.

 Este artigo descreve em detalhes como criar um aplicativo em 10 etapas fáceis. Vamos cavar.

Etapa 1: gerar e validar uma ideia de aplicativo

Se você está realmente interessado em como criar um aplicativo do zero, precisa ter uma base – uma ideia que seja nova, viável e focada em resolver um determinado problema. Não é que criar aplicativos seja difícil, apenas requer um olho para identificar problemas e encontrar soluções criativas, o que torna isso um desafio para a maioria das pessoas. Com um pouco de ajuda e seu próprio esforço, você pode superar esses obstáculos.

Lembre-se de que inventar aplicativos não é apenas criar software, mas também agregar valor aos seus usuários. Então, quando você estiver pensando em inventar um aplicativo, certifique-se de que sua ideia resolva um problema real que muitas pessoas enfrentam no dia a dia. Concentre-se no que é importante para as pessoas ao seu redor – em sua família, círculo de amigos, conhecidos e no público em geral. Dessa forma, seu aplicativo terá muito mais chances de sucesso.

Aqui estão algumas maneiras de gerar ideias de aplicativos novas e revigorantes.

Resolva seu próprio problema

Se você está aprendendo a criar seu próprio aplicativo, seria ótimo resolver um problema que você também enfrenta. Apenas lembre-se de que não é um problema de nicho que apenas algumas pessoas têm, ou seu aplicativo não ganhará força. Faça um brainstorming, pense fora da caixa e viva fora da bolha digital por um tempo para dar asas à sua criatividade.

Melhorar/alterar um aplicativo existente

Se você já conhece um app que pode ficar melhor com algumas alterações e melhorias. No entanto, antes de inventar um aplicativo, faça uma pesquisa completa, garantindo que o aplicativo seja popular e amplamente utilizado.

Conduza reuniões de grupos focais

Esta é uma abordagem mais acadêmica e baseada em pesquisa para criar aplicativos. Para este exercício, você precisará encontrar pessoas de diversas origens que estejam dispostas a dar suas opiniões. Crie alguns grupos e exponha suas ideias. Descubra o que as pessoas gostam e não gostam. Dessa forma, você coletará dados e tomará uma decisão informada.

Identificar serviços sob demanda

Você provavelmente não é o primeiro a ouvir o “Gostaria que houvesse um aplicativo para isso!” observação. Embora o mercado de aplicativos esteja saturado, ainda existem muitos serviços que as pessoas desejam ter ao seu alcance. Quando estiver aprendendo a criar um aplicativo do zero, faça pesquisas on-line, crie enquetes e colete feedback sobre quais serviços as pessoas gostariam de ter no formulário do aplicativo.

Depois de ter uma ideia, é hora de validá-la. Criar aplicativos significa que você deseja que eles sejam bem-sucedidos, e o processo de validação ajuda a determinar se sua ideia é única o suficiente e tem algum mérito. Aqui estão algumas das maneiras fáceis de validar suas ideias.

Identifique e avalie aplicativos semelhantes. Antes de inventar um aplicativo, descubra se os aplicativos criados com base em ideias semelhantes são populares, sendo baixados em grande número e gerando receita.

Confira na App Store. Se você deseja criar um aplicativo exclusivo, pesquise na loja de aplicativos em ambas as plataformas para ver se alguém já criou um aplicativo que resolva o mesmo problema que você deseja resolver.

Quais aplicativos atraem investimentos. Uma das melhores maneiras de validar sua ideia de aplicativo é seguir o dinheiro. Verifique quais setores estão recebendo o maior financiamento e foque nesse setor.

Siga tendências e padrões. Outra forma de validar sua ideia de aplicativo é identificar o que é tendência. Por exemplo, este ano a realidade virtual e metaverso parecem estar crescendo em popularidade.

Passo 2: Realize uma Pesquisa de Mercado Competitivo

Criar um app é uma experiência que vai te ajudar a aprender sobre desenvolvimento e te ensinar sobre negócios. Como você cria um aplicativo que pode realmente ganhar dinheiro? Essa é uma pergunta de um milhão de dólares, e a pesquisa de mercado é o que lhe dará a resposta. Depois de finalizar a ideia, é hora de aprofundar e avaliar a viabilidade e praticidade do seu conceito. Não se esqueça que fazer um app é uma coisa, mas fazer um app que dá dinheiro é outra. Aqui está o que você precisa fazer.

Quem é a sua concorrência?

Desenvolver um aplicativo é impossível, a menos que você saiba o que e contra quem está enfrentando. Identifique sua concorrência e descubra seus pontos fortes e fracos. Isso informará se seu aplicativo tem um ponto de venda exclusivo real ou USP. Por exemplo, se um aplicativo oferece um serviço de entrega de comida rápido e conveniente, você pode ser aquele que traz acessibilidade à equação. Sua pesquisa de concorrência deve ser abrangente:

– Prós e contras de cada aplicativo de competição.

– Número de downloads, análises e avaliações.

– O que os clientes gostam e não gostam nesses aplicativos.

– Como fazer com que esses aplicativos se comercializem.

– Estude páginas/contas de mídia social dos aplicativos.

Gerar interesse com crowdfunding

Como você pode criar um aplicativo que as pessoas gostariam de baixar? A criação de um aplicativo começa com a determinação se as pessoas estão interessadas em sua ideia ou não. Uma das maneiras mais eficazes de julgar se as pessoas vão baixar seu aplicativo é avaliar se elas vão pagar por isso. Existem muitas plataformas de crowdfunding para criar uma página dedicada explicando toda a sua ideia. Use imagens e vídeos para elaborar.

Defina uma meta de financiamento realista e execute uma campanha de marketing para a página de destino. Se você pode atingir sua meta, você tem uma prova de conceito.

Entreviste seus usuários em potencial do aplicativo

Outro método para realizar pesquisas de mercado é obter feedback direto de seus clientes em potencial. Faça avatares de seus usuários de aplicativos ideais e crie perfis que destacam sua faixa etária, sexo, renda e interesses. Encontre pessoas na vida real cujas personalidades se alinham com seus avatares, entreviste-as e determine se elas estariam interessadas em baixar um aplicativo baseado em sua ideia. Colete o feedback em forma de dados e analise-o de acordo.

Apresente sua ideia de aplicativo para investidores

Apresente sua ideia de aplicativo para investidores

Você sabe como criar um aplicativo com potencial para ser bem-sucedido? Encontre investidores anjo e capitalistas de risco que estejam dispostos a apoiar sua ideia. Crie uma apresentação detalhada e certifique-se de explicar a proposta de valor e os aspectos de monetização. Eles são mais essenciais para atrair investimentos em seu projeto.

Etapa 3: criar recursos para seu aplicativo

Fazer um aplicativo não acontece no vácuo. Você deve pensar em vários fatores, incluindo seu público-alvo, o conceito principal do aplicativo e os problemas que deseja resolver. Mas depois de validar sua ideia de aplicativo, você precisa determinar os recursos essenciais. Você pode criar seu próprio aplicativo com sucesso apenas quando ele tiver os recursos certos, e aqui está como você pode identificar quais recursos adicionar.

Entendendo o propósito e definindo os objetivos principais

Como criar um aplicativo que resolva um determinado problema? Você define metas e objetivos de forma mensurável e quantificável. Defina as metas que deseja alcançar, tendo em mente o objetivo do projeto. Por exemplo, se você estiver criando um aplicativo de entrega de comida, os seguintes devem ser os objetivos mais importantes de acordo com o objetivo principal:

– O aplicativo deve ter um recurso de rastreamento geográfico e localização.

– O aplicativo deve ser responsivo, intuitivo e fácil de usar.

– Deve conter dados, incluindo detalhes do pedido, processamento de pagamento e endereços.

Veja o que sua concorrência está fazendo

Ao criar um aplicativo, você precisa garantir que está oferecendo mais do que a concorrência oferece. É por isso que é essencial revisar os aplicativos concorrentes e anotar seus recursos. Não é necessário adicionar todos esses recursos ao seu aplicativo, mas identificar aqueles que agregam valor e conveniência para o usuário final.

Lembre-se sempre do usuário do aplicativo

Às vezes, quando você cria seu próprio aplicativo, esquece seu público-alvo original – os usuários em potencial. Lembre-se de que você não está criando o aplicativo para seu próprio uso. Coloque-se no lugar de um possível usuário do aplicativo e pense nos recursos que ele precisará ou deseja ter. É uma boa ideia criar uma lista passo a passo para saber quais funções são necessárias.

Identifique recursos essenciais e não essenciais

Como criar um aplicativo que não pareça e funcione como bloatware? Muitos novos desenvolvedores acreditam que encher seu aplicativo com recursos é uma boa ideia, o que está longe de ser verdade. Ao criar um aplicativo, certifique-se de adicionar apenas recursos essenciais. A ideia não é entregar quantidade e sim qualidade. Recursos não essenciais podem ser adicionados por meio de uma atualização futura.

Concentre-se na interface do usuário simples e na segurança do aplicativo

Não se esqueça que uma das características mais importantes do seu app é a segurança e a privacidade dos dados dos usuários. Tome todas as medidas necessárias e adicione recursos de segurança essenciais para tornar seu aplicativo seguro e evitar violações de dados. Alguns dos recursos que você pode adicionar para aumentar a segurança incluem criptografia de dados de ponta a ponta e autenticação de dois fatores. Além disso, mantenha a interface do usuário do aplicativo intuitiva e direta, para que todos achem fácil de navegar.

Usabilidade offline integrada e funcionalidade multiplataforma

A menos que você esteja criando um aplicativo para apenas um sistema operacional móvel, é melhor usar a tecnologia de plataforma cruzada. Dessa forma, seus clientes usarão o aplicativo tanto no iOS quanto no Android. Também é recomendável adicionar funcionalidade off-line, se possível, pois torna mais fácil para os usuários aproveitarem o aplicativo mesmo quando não possuem conexão com a Internet.

Escolhendo a pilha de tecnologia certa

Ao criar seu próprio aplicativo, você precisa usar uma pilha de tecnologia móvel ou um construtor de aplicativos. Existem várias tecnologias disponíveis para diferentes cenários.

– Desenvolvimento iOS – Objective C, Swift.

– Desenvolvimento Android – Java, Kotlin.

– Desenvolvimento multiplataforma – Flutter, React Native, Xamarin.

No entanto, a maneira mais fácil de desenvolver um aplicativo é por meio de um criador de aplicativos como o Andromo, que conta com google-flutter. O construtor permite projetar, gerar receita e criar seu aplicativo em um navegador e exportá-lo para iOS e Android.

Etapa 4: crie modelos de design do seu aplicativo

Como facilitar o desenvolvimento de aplicativos? Você tem que elaborar o conceito ou ideia do app usando wireframes e mockups. O processo envolve projetar um aplicativo usando uma ferramenta digital, para que você tenha a estrutura visual básica do seu aplicativo. Também é chamado de maquete – uma simulação de alta qualidade de como seu aplicativo ficará. Ele contém os gráficos, imagens e outros elementos da interface do usuário junto com o wireframe.

As maquetes são bastante úteis, pois permitem que você veja seu produto em sua forma final. Isso permite que você identifique quaisquer pontos fracos e deficiências no design e na funcionalidade. Você pode melhorar e otimizar o aplicativo contando com maquetes, tornando os testes muito mais rápidos e fáceis. Aqui estão os elementos que sua maquete terá:

Componentes estruturais

Esses elementos são cuidadosamente estruturados e organizados para apresentar as informações da melhor maneira possível. Isso garante uma experiência de usuário excepcional para quem baixa o aplicativo. Existem três tipos principais de componentes estruturais:

Layout. Ele define como os diferentes elementos de informação serão posicionados no aplicativo móvel. Esses componentes podem incluir cartões de informações, imagens, títulos, caixas de texto, vídeos e mídias sociais incorporadas. Além disso, espaçamento, posicionamento e bordas também são considerados parte do layout.

Arquitetura de informação. O método de apresentação e organização das informações no aplicativo é crucial. A arquitetura da informação define a organização lógica da informação para entregar uma experiência de usuário coerente e contínua. O objetivo é organizar as informações para que o usuário nunca se sinta confuso ou surpreso com o comportamento do app.

Navegação. Este componente permite que os usuários naveguem e interajam com o aplicativo. O design náutico inclui menus, rótulos, botões, ícones e chamadas para ação.

Componentes de design

Esses são os elementos do aplicativo que determinam a aparência visual. É importante projetar um aplicativo que atraia os usuários e pareça interativo e envolvente. Dessa forma, mais usuários em potencial ficarão tentados a baixar seu aplicativo ao ver os modelos na loja de aplicativos. Existem cinco tipos diferentes de elementos de design primários, incluindo:

Imagens. Certifique-se de escolher imagens e fotos de alta definição que pareçam nítidas e sejam relevantes para seu aplicativo. Sua maquete de design não estaria completa sem as imagens certas.

Gestão de marca. Como fazer um aplicativo que os usuários continuem a usar? Você se concentra em construir uma marca na qual seus clientes confiam. Uma das partes mais importantes do conceito do seu aplicativo é o logotipo, que deve ser posicionado de forma que esteja sempre visível, mas não afete a experiência do usuário. O logotipo deve estar ao redor do qual outros elementos são colocados para proporcionar uma experiência perfeita.

Projeto e forma de componentes. Certifique-se de que o design e as formas selecionadas permaneçam consistentes em todo o aplicativo. Se você estiver escolhendo cantos agudos ou arredondados, eles devem ser os mesmos em toda a interface do usuário. Isso cria uma sensação de coerência e uniformidade, permitindo que os usuários interajam com o aplicativo facilmente.

Cores. Isto é algo que os seus potenciais utilizadores irão observar primeiro, e por isso é fundamental escolher cores apelativas mas visíveis a todo o tipo de pessoas, incluindo as que possam ser deficientes visuais. Não confie nas cores como única forma de comunicação em seu aplicativo. Use outros elementos visuais, como ícones, botões e rótulos para acomodar todos.

Tipografia. Escolher a fonte e os tamanhos de fonte certos para sua maquete deve ser uma de suas prioridades. Tente encontrar o equilíbrio certo entre visuais atraentes e legibilidade, para que seu aplicativo não se concentre apenas no design, mas também na função.

Se você deseja criar uma maquete de aplicativo, muitas ferramentas estão disponíveis, incluindo Moqups, Draw.io, Figma, Sketch e Adobe XD.

Etapa 5: escolha um método de desenvolvimento para seu aplicativo

Para muitos iniciantes, como codificar um aplicativo da melhor maneira? Bem, há uma série de abordagens que você pode escolher. O melhor método é aquele que acomoda todos os seus requisitos e objetivos. Certifique-se de ter uma estimativa do cronograma e do orçamento do aplicativo. Isso permitirá que você escolha a melhor abordagem de desenvolvimento de aplicativo para criar um aplicativo. A seguir estão algumas das formas mais populares de desenvolver um aplicativo.

Desenvolvimento de aplicativo nativo

Quando você conta com as próprias linguagens de programação e ferramentas de software do sistema operacional para criar um aplicativo, isso é chamado de desenvolvimento de aplicativo nativo. O desenvolvedor do sistema operacional oferece todos os kits e ambientes necessários para criar um aplicativo. No entanto, você terá que codificar dois Android e iOS diferentes usando duas tecnologias diferentes.

Esse método específico é bastante popular entre desenvolvedores experientes que desejam oferecer a melhor experiência ao usuário. Com o desenvolvimento de aplicativos nativos, você pode incluir todos os recursos oferecidos pelo sistema operacional e dispositivos compatíveis. Por outro lado, as ferramentas nativas também permitem que você crie uma experiência de usuário sob medida e personalizada, com melhor desempenho e capacidade de resposta.

– Oferece a melhor capacidade de resposta e desempenho.

- Compatibilidade completa com os recursos do sistema operacional.

- Acesso total aos recursos de hardware do sistema operacional.

- Mais confiável e seguro.

– A interface do usuário se alinha com a linguagem de design da plataforma.

Desenvolvimento de aplicativos multiplataforma

Essa abordagem é amplamente usada para criar um aplicativo para vários sistemas operacionais móveis. Em vez de criar dois aplicativos diferentes, você deve escrever o código apenas uma vez. Alguns dos linguagens de plataforma cruzada incluem .NET, C# e JavaScript.

– Fornece experiência uniforme em todos os sistemas operacionais.

– Ideal para aplicativos móveis de baixo orçamento.

– Fácil implementação e implantação rápida.

– Pode ser publicado de uma só vez.

– Abrange maior demografia e o código-fonte pode ser reutilizado.

Desenvolvimento de aplicativo híbrido

Como construir um aplicativo que apresenta os benefícios do desenvolvimento nativo e multiplataforma? A resposta é o desenvolvimento de aplicativos híbridos. O código-fonte é escrito usando linguagens de programação da Web, como JavaScript, CSS e HTML5. Em seguida, o código final é executado em um shell nativo.

– A pequena equipe de desenvolvimento e entrega rápida.

– Código facilmente portátil com baixo custo de desenvolvimento.

– Oferece o mesmo desempenho de um aplicativo nativo.

– Funciona offline e pode usar componentes de hardware.

Desenvolvimento rápido de aplicativos móveis (RMAD)

Se você está pensando em como criar um aplicativo gratuitamente, o RMAD pode ser a abordagem certa para você. Ele se baseia em ferramentas de baixo código ou totalmente sem código para que qualquer pessoa possa criar um aplicativo. Uma ferramenta como o Andromo pode ajudá-lo a criar aplicativos Android e iOS gratuitamente, sem qualquer habilidade de codificação.

– Pouco ou nenhum investimento e nenhuma experiência em codificação são necessários. 

– Pode ser usado para diferentes tipos de projetos.

– O código-fonte pode ser reutilizado.

– O processo de desenvolvimento é totalmente contínuo.

Quem escreverá o código do meu aplicativo?

Quando você deseja criar um aplicativo, existem diferentes caminhos que você pode seguir, dependendo de seus requisitos e objetivos. Algumas das formas populares incluem o seguinte.

Contrate uma Agência. Você pode contratar uma agência de desenvolvimento de aplicativos para escrever um aplicativo para você. Isso geralmente é muito caro, mas desenvolvedores profissionais experientes criarão seu aplicativo. Além disso, as agências têm todas as ferramentas necessárias para o desenvolvimento adequado de aplicativos.

Codificando a si mesmo. Se seu aplicativo não for complexo ou estiver interessado em aprender a programar, essa pode ser uma ótima ideia. Identifique onde está seu grupo demográfico e aprenda a linguagem para se codificar. É econômico, mas pode levar mais tempo.

Usando um construtor de aplicativos. Uma das maneiras mais rápidas e fáceis de criar aplicativos multiplataforma é usar um construtor de aplicativos como o Andromo, que permite desenvolver aplicativos para iOS e Android sem nenhuma experiência em codificação.

Passo 6: Crie um MVP

Todo desenvolvedor pensa em como desenvolver um aplicativo que pode ser lançado rapidamente, mas sem grandes erros. É aí que entra o Mínimo Produto Viável ou MVP. É um conceito que pede para você focar no que é essencial e deixar todo o resto para depois. Em vez de tentar fazer com que o desenvolvimento de seu aplicativo móvel seja apenas para adicionar recursos, faça-o para atingir um único objetivo.

O que meu aplicativo precisa para funcionar corretamente? Desenvolva esses recursos e não se preocupe com mais nada. Lembre-se de que o desenvolvimento de aplicativos é um oceano profundo e existem inúmeras possibilidades. Muitos novos desenvolvedores geralmente se distraem com diferentes recursos durante o processo de desenvolvimento de aplicativos e esquecem seus objetivos principais. Concentre-se em “o que meu aplicativo precisa para funcionar” em vez de “quão legal seria se meu aplicativo pudesse fazer isso?”

Objetivos da criação do MVP

Valide sua ideia de aplicativo. A primeira e principal vantagem de criar um MVP é testar sua ideia. Todos os recursos financeiros e tempo que você investiu na construção de um aplicativo seriam desperdiçados se seu aplicativo não fosse bem recebido pelos usuários. Um MVP permite que você crie um aplicativo básico e avalie se ele atrai algum usuário. Você também pode coletar feedback para fazer ajustes e alterações para otimizar seu aplicativo durante esse processo.

Avaliação da comercialização. O desenvolvimento de aplicativos móveis não é apenas sobre a habilidade técnica, mas também sobre como ganhar dinheiro. Fazer um MVP permitirá que você avalie como pode monetizar seu aplicativo da maneira mais eficaz possível. Existem diferentes modelos de monetização que você pode testar com o lançamento do seu MVP e descobrir qual funciona melhor para seus usuários. Isso também lhe dará uma ideia de quanto você precisa gastar para adquirir um cliente.

Reduza o tempo de desenvolvimento de aplicativos. Quando você fica muito envolvido no processo de desenvolvimento, é fácil perder de vista o objetivo principal. É aí que o MVP te ajuda a manter os olhos no prêmio e focar apenas no que é essencial. Isso não apenas economiza recursos financeiros, mas também tempo. Você pode concluir seu MVP rapidamente e iniciá-lo para começar a coletar feedback.

Identificando os recursos certos. Apesar de toda a pesquisa e coleta de feedback no estágio inicial, o verdadeiro teste para seu aplicativo é quando os clientes usam o aplicativo. Depois que os usuários baixam o aplicativo, você pode começar a coletar dados relacionados a quais recursos são populares e onde você precisa se esforçar mais. Isso permite que você faça as alterações necessárias rapidamente e as implante por meio de atualizações. Você também pode remarketing seu aplicativo com base nas informações e otimizar sua estratégia de monetização.

Obtenha feedback antecipado. Uma das principais razões para construir o MVP é coletar feedback inicial de usuários reais. Se você deseja que seu empreendimento de desenvolvimento de aplicativos seja bem-sucedido, precisa se concentrar nos clientes. Isso significa que você precisa ouvir o que seus usuários estão dizendo e fornecer os recursos de acordo. Dessa forma, você melhorará seu aplicativo e garantirá que está no caminho certo para o lançamento final.

Garantia de qualidade básica. Com o MVP, você pode testar facilmente todos os recursos essenciais necessários para fazer o aplicativo funcionar. Isso permite que você tenha uma base robusta de um aplicativo altamente funcional e adicione os recursos restantes posteriormente.

Quando pensamos em como fazer um aplicativo, não devemos pensar em todos os recursos. Por exemplo, se você estiver criando um aplicativo de entrega de comida, suas prioridades não seriam fontes, tamanhos de fonte, cores, planos de fundo e outros recursos de design. Em vez disso, você deseja criar um aplicativo que possa rastrear a localização, receber pedidos e transferi-los com sucesso para o restaurante selecionado e integrar-se aos processadores de pagamento. Um MVP de uma casa não são quartos, cozinha e sala de jantar, e sim quatro paredes externas e um telhado.

Lembre-se de que você sempre pode adicionar novos recursos por meio de uma atualização. Mas, primeiro, você precisa desenvolver o que é essencial para o seu app.

Passo 7: Garantia de Qualidade

Ao criar um aplicativo, você deseja que ele seja amado por todos os usuários. Isso significa que seu código precisa ser otimizado, sua interface do usuário deve ser intuitiva e fácil de usar e o design do seu aplicativo deve ser excepcional. Para entregar um aplicativo com todas as características mencionadas acima, você precisa realizar uma garantia de qualidade (QA) completa durante o processo de desenvolvimento do aplicativo.

Embora o mercado de aplicativos esteja crescendo rapidamente, ele também se tornou bastante competitivo. Isso significa que seu aplicativo precisa ser de primeira linha para se destacar. A garantia de qualidade pode ajudá-lo a criar um aplicativo que oferece o equilíbrio certo entre forma e função. Por meio de um controle de qualidade rigoroso, você pode eliminar todos os possíveis bugs, erros, riscos e enganos no estágio inicial.

Isso também ajuda a reduzir o custo de desenvolvimento de aplicativos móveis, pois você não precisa resolver os problemas posteriormente. Lembre-se de que quando você tiver que fazer ajustes após o desenvolvimento do aplicativo, as alterações podem prejudicar seu código. Isso torna a resolução de problemas mais demorada e cara. O controle de qualidade oportuno permite evitar isso e garantir que todos os problemas sejam resolvidos inicialmente.

De acordo com uma relatório do Construtor de Sites, em 2020, mais de 590 milhões de aplicativos foram baixados diariamente. Isso prova que seu aplicativo pode ser um grande sucesso se você conseguir oferecer um ótimo equilíbrio entre desempenho e recursos. Lembre-se de que muitos aplicativos são baixados todos os dias. E milhões de usuários ficam frustrados com o desempenho geral de muitos aplicativos. Isso significa que muitos aplicativos que estão sendo baixados tendem a decepcionar os usuários.

Esse é um dos principais motivos pelos quais você precisa realizar um controle de qualidade abrangente no desenvolvimento de aplicativos. Certifique-se de que seu aplicativo não seja daqueles que frustram os usuários e eles acabam desinstalando-o do dispositivo. Alguns dos erros comuns incluem:

Entrada de dados do usuário. Uma das áreas com mais bugs para aplicativos móveis é onde o desenvolvedor pede ao usuário para digitar as informações. É por isso que é fundamental testar esses campos e sua configuração de back-end várias vezes para garantir que o aplicativo funcione como deveria.

Compatibilidade com vários dispositivos. Um bom controle de qualidade envolve testar seu aplicativo em diferentes sistemas operacionais e dispositivos, incluindo iPads, iPhones, dispositivos Android, tablets e smartwatches. Certifique-se de que seu aplicativo funcione perfeitamente em diferentes resoluções e tamanhos de tela.

Mensagens pop-up. Outra área que geralmente tende a apresentar erros é onde as mensagens pop-up aparecem, e geralmente são muito complicadas ou contêm erros gramaticais. Certifique-se de que seu testador de controle de qualidade se concentre em pop-ups para remover erros e erros.

Etapa 8: envie seu aplicativo para a App Store/Play Store

Depois de passar pelo processo de garantia de qualidade, é hora de enviar seu aplicativo para as respectivas lojas.

Enviando seu aplicativo para a Apple App Store

1. Leia as diretrizes

Cada aplicativo enviado à App Store é revisado com base em critérios de design, técnicos e de conteúdo. Certifique-se de ter lido as diretrizes antes de enviar seu aplicativo.

2. Crie uma página de produto

Esta página inclui o nome do aplicativo, descrição, comentários, palavras-chave, ícones e capturas de tela. Você também pode adicionar texto promocional e compras no aplicativo a seu aplicativo neste estágio.

3. Descreva os detalhes de privacidade

Você precisa inserir todas as informações relevantes relacionadas às práticas de privacidade do seu aplicativo. Isso inclui as práticas de parceiros terceirizados cujo código você integrou ao seu aplicativo.

4. Envio automático da Mac App Store

Os computadores Apple Silicon Mac suportam automaticamente seus aplicativos para iPhone e iPad, então você não precisa publicá-los separadamente.

5. Envie seu aplicativo

Depois de inserir todas as informações e ler as diretrizes, envie seu aplicativo para análise.

Enviando seu aplicativo para a Google Play Store

1. Conta de desenvolvedor do Google

O primeiro passo que você precisa fazer é criar uma conta de desenvolvedor do Google. Você pode usar sua conta existente para se inscrever.

2. Vincule sua conta de comerciante

Se seu aplicativo apresenta compras no aplicativo ou é um aplicativo pago, você precisa criar um perfil de central de pagamentos vinculando sua conta do Google Merchant.

3. Crie um aplicativo

Depois de configurar sua conta do Play Console, você pode adicionar seu aplicativo Android. Vá para 'All Application' e clique em 'Create Application'.

4. Prepare a listagem da loja

Antes de publicar seu aplicativo, você precisará criar uma listagem de loja. Isso inclui detalhes do produto, recursos gráficos, idioma e traduções, detalhes de contato, categorização e política de privacidade.

5. Carregar APK para lançamento do aplicativo

O Android Package Kit, comumente conhecido como APK, é usado para instalar e distribuir aplicativos Android. O APK contém todos os arquivos necessários para o funcionamento do app.

6. Forneça uma classificação de conteúdo adequada

Dependendo do conteúdo do aplicativo, forneça uma classificação do aplicativo nas opções de 'Presença na loja' do console. Se você não atribuir nenhuma classificação, ela será listada como 'Sem classificação'.

7. Preço e distribuição

Selecione sua estratégia de monetização nesta fase. Lembre-se de que um aplicativo pago pode se tornar gratuito, mas um aplicativo gratuito não pode se tornar 'pago' posteriormente.

8. Publique seu aplicativo

Verifique novamente todas as informações inseridas e envie o aplicativo para revisão.

Razões comuns pelas quais os aplicativos são banidos?

Quando você estiver na fase de desenvolvimento do aplicativo, certifique-se de não cometer os erros a seguir, ou seu aplicativo terá mais chances de ser banido.

– Pedir às pessoas que comprem IAPs através do seu site.

– Ativando a funcionalidade oculta no aplicativo com alteração baseada em nuvem.

– Incluindo anúncios em widgets e notificações push.

– Incluir análises de terceiros em aplicativos infantis.

– Coleta de informações não autorizadas de usuários de aplicativos.

– Forçar as pessoas a habilitar o rastreamento de localização para usar determinados recursos.

– Oferecer um produto controverso ou potencialmente arriscado.

– Definir um preço ridiculamente alto para o seu aplicativo.

– Usando uma API não autorizada.

Etapa 9: comercialize seu aplicativo para exposição máxima

Uma vez que seu aplicativo foi lançado, é hora de começar a divulgá-lo. Como existem milhões de aplicativos nas lojas iOS e Android, você terá que executar campanhas de marketing para garantir que seu aplicativo receba a exposição necessária. Você não precisa necessariamente gastar muitos recursos financeiros, pois há muitas coisas que você pode fazer sozinho. Algumas das iniciativas de marketing cruciais incluem:

 1. Crie uma presença digital

Sem uma presença online para seu aplicativo, seu produto não parecerá confiável. É por isso que é uma boa ideia criar e lançar um site e contas sociais como Facebook, Twitter e Instagram. Você precisa informar às pessoas que seu aplicativo leva a sério seus usuários e não é apenas um aplicativo, mas um negócio completo.

2. Promoção de mídia social

Simplesmente criar contas de redes sociais não é suficiente. Você também precisa investir em marketing orgânico e pago para se conectar com seu público-alvo. Siga as páginas relevantes para o seu setor e certifique-se de postar regularmente. Não promova demais e mantenha um equilíbrio. Lembre-se de que um público social não quer ser apimentado por seus anúncios. É por isso que você precisa compartilhar informações que se concentrem em suas necessidades e exigências.

3. Desenvolva relações públicas

Vivemos na era dos influenciadores online. Algumas menções da mídia popular e de personalidades online podem ajudar muito a estabelecer legitimidade e promover o seu aplicativo. Você pode emitir comunicados à imprensa, organizar uma festa de lançamento, iniciar blogs convidados e conduzir entrevistas para jornais locais.

 4. Otimização da App Store (ASO)

Um dos aspectos mais importantes do marketing de aplicativos é a otimização da loja de aplicativos ou ASO. Você pode considerá-lo o SEO de aplicativos móveis e melhora a exposição e a descoberta de seu aplicativo em um mercado altamente saturado. Para realizar um SEO robusto, concentre-se nos seguintes fatores:

– Escolha um nome exclusivo e fácil de encontrar para seu aplicativo.

– Inclua palavras-chave relevantes para seu aplicativo ou setor. Certifique-se de que o uso de palavras-chave seja natural.

 – Comunique aos usuários o que seu aplicativo faz e como ele agrega valor ao público-alvo.

– Emitir notas de lançamento e novos recursos a cada atualização.

– Forneça capturas de tela e vídeos do seu aplicativo destacando os recursos essenciais. Lembre-se de que as capturas de tela desempenham um papel importante nas decisões de download, portanto, certifique-se de que suas capturas de tela sejam profissionais, coerentes e fáceis de entender.

– Colete críticas positivas sobre seu aplicativo e certifique-se de fornecer respostas satisfatórias às críticas negativas.

5. Marketing de conteúdo

Você também pode criar um blog para seu aplicativo e fazer upload de conteúdo relevante para seu produto ou serviço. Por exemplo, se você criou um aplicativo de serviço de compartilhamento de viagens, pode falar sobre viagens seguras, comparar preços de diferentes serviços e adicionar outros tipos de conteúdo valioso para seus usuários. Você também pode criar conteúdo viral na forma de vídeos animados e infográficos.

6. Publicidade na loja

Se você tiver um orçamento de publicidade, a melhor maneira de gastá-lo é veicular campanhas de publicidade na loja. Como as pessoas baixam aplicativos, é mais provável que vejam seu aplicativo e fiquem tentadas a baixá-lo.

Etapa 10: continue otimizando seu aplicativo

Muitos desenvolvedores acreditam que lançar um aplicativo é o verdadeiro trabalho quando não poderia estar mais longe da verdade. Seu trabalho real começa assim que você inicia o aplicativo, pois precisa se envolver constantemente na garantia de qualidade, rastreamento de KPI, coleta de feedback e otimização. Sempre há espaço para melhorias e testes de novas ideias, para que seu app não fique parado. É importante continuar atualizando seu aplicativo com novos recursos para evitar ficar entediado e passar para a concorrência.

Monitorar KPIs

Os principais indicadores de desempenho ou KPIs são medidas quantificáveis ​​que permitem determinar o sucesso do seu aplicativo em diferentes métricas. Alguns dos KPIs importantes incluem o seguinte:

Descoberta da App Store. Se você deseja obter tração na loja de aplicativos, precisa ficar de olho nos KPIs de descoberta, como classificação de palavras-chave, classificação de gráficos principais, classificação de categoria e aplicativos em destaque.

Usuários ativos. Essa é uma das principais métricas a serem observadas, pois informa sobre o envolvimento de seus usuários com o aplicativo. Isso inclui usuários ativos diários, usuários ativos diários médios, usuários ativos semanais e usuários ativos mensais.

Valor vitalício. Embora o número de usuários forneça a medida da popularidade do seu aplicativo, você também precisa calcular a eficácia da monetização. É aí que entra o valor vitalício, pois informa sobre a receita que você gera com o aplicativo para cada usuário durante um determinado período de tempo.

Taxa de conversão. Depois de ter os números relativos à visibilidade do seu aplicativo, você pode calcular sua taxa de conversão. Isso significa que enquanto os clientes em potencial estão vendo seu aplicativo, quantos deles estão baixando?

Custo de aquisição do usuário. Outra métrica importante que você precisa monitorar é o custo de aquisição de clientes ou usuários. Seu orçamento de marketing é dividido pelo número de usuários que você adquiriu e você pode implantar várias estratégias para reduzir seu UAC.

Coletar feedback dos usuários

Depois de iniciar o aplicativo, mantenha contato com seu público-alvo e forneça feedback honesto. Com base no que eles dizem, você pode fazer os ajustes e alterações necessários para oferecer uma melhor experiência ao usuário. Você também pode incluir um recurso integrado de 'contato' ou 'avaliação' em seu aplicativo para facilitar para seus usuários.

Otimize e faça melhorias

Como você deixou de fora muitos recursos no momento do lançamento, agora é hora de focar em recursos não essenciais e outros que você pode ter perdido. Mas antes de fazer isso, otimize e melhore os recursos existentes.

Acompanhe o progresso da concorrência

Ao lançar seu aplicativo e coletar feedback, sua concorrência não vai esperar por você. Eles continuarão a trabalhar em seu aplicativo e a melhorá-lo de maneira diferente. É por isso que você precisa ficar de olho no progresso da concorrência e garantir que oferece todos os recursos e funcionalidades para não ficar para trás.

Qual é a melhor maneira de criar um aplicativo?

Como criar um aplicativo móvel que ofereça o melhor desempenho em todos os aspectos? Tecnicamente, não é possível e tudo se resume às suas necessidades, expectativas e objetivos exclusivos ao criar um aplicativo. Por exemplo, se você está procurando a melhor capacidade de resposta e faz uso total dos recursos do sistema operacional, o desenvolvimento de aplicativos nativos é a escolha certa. Por outro lado, se você tem um orçamento baixo e precisa criar um aplicativo para as plataformas iOS e Android, o desenvolvimento multiplataforma faz mais sentido.

Não existe um método único para todos. Existem prós e contras para cada abordagem de criação de aplicativo e você precisa pesá-los para encontrar o ajuste certo. É por isso que é altamente recomendável levar em consideração diferentes fatores antes de começar a criar um aplicativo. Esses fatores incluem seu orçamento, habilidade, prazo, requisitos e objetivo de criar o aplicativo.

Outro fator importante que você deve considerar é a escalabilidade e a proteção contra o futuro. Se você deseja adicionar mais recursos e informações ao seu aplicativo nos próximos meses, é uma boa ideia investir mais dinheiro e tempo agora. Caso contrário, pode ser necessário começar do zero, o que sempre consome mais tempo, consome muitos recursos e exige mais esforço.

Como Andromo pode criar um aplicativo para você?

Se você deseja criar um aplicativo personalizado, a equipe do Andromo pode fazer isso por você. A qualidade será a mesma dos aplicativos baseados em codificação, mas a entrega será mais rápida e o aplicativo será mais acessível. Tudo o que você precisa fazer é fornecer ao Andromo seus requisitos e objetivos, e a equipe entrará em contato com você com o aplicativo.

Passo 1. Envie sua solicitação com a ideia do aplicativo.

Passo 2. A equipe do Andromo entrará em contato com você para solicitar informações detalhadas, incluindo seu orçamento, detalhes do aplicativo, recursos e muito mais.

Passo 3. Assim que a equipe tiver todas as informações, seu pedido será confirmado.

Passo 4. A equipe do Andromo trabalhará em estreita colaboração com você para criar um aplicativo que se alinhe às suas necessidades e objetivos de negócios.

Passo 5. Depois que o teste final é concluído, seu aplicativo é carregado na loja.

O processo não para por aí, pois a equipe da Andromo está sempre pronta para atender você com suas dúvidas e dúvidas. O aplicativo contará com monetização avançada, funcionalidade aprimorada e suporte técnico excepcional. Você não precisará investir tempo ou dinheiro para obter o aplicativo. Mais importante ainda, seu aplicativo será projetado e desenvolvido por uma equipe experiente de profissionais que criaram dezenas de aplicativos ao longo de suas longas carreiras.

Compartilhar

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
[sc name="content_b_300x600"]

Conteúdo

Redes sociais

Publicações Recentes

Na chave

Artigos relacionados

Custos ocultos de desenvolvimento de software que você provavelmente nunca considerou

Custos ocultos de desenvolvimento de software que você provavelmente nunca considerou

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” column_margin=”default” column_direction=”default” column_direction_tablet=”default” column_direction_phone=”default” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” row_border_radius=” nenhum” row_border_radius_applies=”bg” overlay_strength=”0.3″ gradient_direction=”left_to_right” shape_divider_position=”bottom” bg_image_animation=”nenhum”][vc_column column_padding=”sem preenchimento extra” column_padding_tablet=”herdar” column_padding_phone=”herdar” column_padding_position =”todos” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”nenhum” column_border_radius=”nenhum” column_link_target=”_self”

idéias de renda passiva

5 idéias de renda passiva

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” column_margin=”default” column_direction=”default” column_direction_tablet=”default” column_direction_phone=”default” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” row_border_radius=” nenhum” row_border_radius_applies=”bg” overlay_strength=”0.3″ gradient_direction=”left_to_right” shape_divider_position=”bottom” bg_image_animation=”nenhum”][vc_column column_padding=”sem preenchimento extra” column_padding_tablet=”herdar” column_padding_phone=”herdar” column_padding_position =”todos” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”nenhum” column_border_radius=”nenhum” column_link_target=”_self”

Tendências de desenvolvimento de aplicativos móveis de 2020

Tendências de desenvolvimento de aplicativos móveis de 2020

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” column_margin=”default” column_direction=”default” column_direction_tablet=”default” column_direction_phone=”default” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” row_border_radius=” nenhum” row_border_radius_applies=”bg” overlay_strength=”0.3″ gradient_direction=”left_to_right” shape_divider_position=”bottom” bg_image_animation=”nenhum”][vc_column column_padding=”sem preenchimento extra” column_padding_tablet=”herdar” column_padding_phone=”herdar” column_padding_position =”todos” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”nenhum” column_border_radius=”nenhum” column_link_target=”_self”

Obtenha descontos de ano novo
nos pacotes anuais Andromo

Apenas 50 códigos disponíveis até quinta-feira, 30.11.2023/XNUMX/XNUMX

Amador

-30%*

use este código promocional:

NY2430

Ultra

-32%*

use este código promocional:

NY2432

eCommerce

-35%*

use este código promocional:

NY2435

Negócio pequeno

-35%*

use este código promocional:

NY2435

Revendedor

-35%*

use este código promocional:

NY2435

* – O percentual de desconto é calculado com base em um desconto de assinatura anual de 25% com desconto adicional por plataforma.